Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

the ana show.

neste blog nenhuma realidade será embelezada!!

the ana show.

neste blog nenhuma realidade será embelezada!!

17
Nov20

Reação à Nova Capa da Revista Vogue

VO1220_Cover.jpg

 

Olá pessoal,

Hoje venho falar sobre a polémica que está a envolver a nova capa da Vogue. Toda a polémica pode ser vista aqui.

Fiquei um pouco revoltada com alguns dos comentários que li nesta notícia e gostava de tecer algumas considerações sobre o assunto. Muitos de vocês poderão não concordar comigo, o que eu respeito totalmente, mas sinto que, se tenho uma voz (mesmo que pequena), devo usá-la para defender aquilo em que acredito.

Primeiro de tudo e em resposta ao comentário de Candice Owens em que esta "respondeu que as fotografias não a iam tornar de repente atraída por homens com essas roupas" (Sapo, 2020). Hoje em dia, as mulheres dizem muitas vezes que não se vestem para agradar aos homens, nem para que estes se sintam atraídos por elas, o que eu apoio a 100%, mas o mesmo se aplica aos homens. Quem disse a esta senhora que o Harry Styles usou um vestido para que ela se sentisse atraída por ele? Feminismo define-se como igualdade de género, ao contrário do que muita gente pensa, e isso é válido tanto para os direitos das mulheres como dos homens. As mulheres podem e devem vestir-se como bem entenderem, mas os homens também têm esse direito! 

Já em resposta a Ben Shapiro, nomeadamente quanto ao comentário "não há sociedade que consiga sobreviver sem homens fortes", tenho a dizer que não são os homens que sustentam a sociedade, os homens não são sofridos, nunca tiveram de lutar pelo seus direitos porque tudo lhes foi concedido numa bandeja. Por exemplo, o direito a votar e a dar a opinião, os homens sempre puderam fazê-lo como bem entendessem, mas uma mulher não estava autorizada a fazê-lo. Posso, até, comparar isto ao estereótipo de filho mimado que tem tudo de mão beijada e quando é contrariado faz birra, porque não está habituado a que isso aconteça. Pois, caríssimo Ben, as mulheres lutaram e lutam continuamente pela igualdade de género e por serem respeitadas pela sociedade, opiniões como a sua não levam a lado nenhum, só demonstra um pensamento retrogrado e de "filho mimado", no sentido referido anteriormente.

Quanto à minha opinião sobre a capa em si, devo dizer que, a nível de moda, não acho o vestido bonito, tal como não sou fã da marca Gucci (marca que concebeu o vestido que Harry Styles veste), mas acho uma excelente iniciativo que o Harry tenha a coragem de se afirmar a nível mundial quanto aos seus valores. Acima de tudo, vejo nesta capa uma metáfora para a igualdade de género, visto que mostra um homem (Harry Styles) vestido com roupa "de mulher" (o vestido). Aqui eu vejo uma afirmação artística clara de feminismo e de desconstrução de perconceito quanto à imagem que o homem supostamente deve ter, visto que um homem vestido de mulher é vulgarmente rotulado (e erradamente, na minha opinião) de "gay", como se isso fosse um insulto. As roupas e a imagem de uma pessoa não definem a orientação sexual, as pessoas devem vestir-se como se sentirem bem e bonitas, esse é intuito da moda e mais nada para além disso.

Para terminar, deixo uma reflexão sobre este assunto: se eu (mulher) me vestir com um fato de homem, não sou julgada, mas porque é que um homem tem de ser julgado desta forma por usar um vestido?

xo Ana

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.